Odontologia Digital e impressão 3D mostram o futuro das próteses dentárias

A busca pela beleza e pela saúde já passa pelo uso da tecnologia de impressão 3D. No universo da odontologia, em especial, as restaurações dentárias com design baseado em software tornaram-se comuns. Além da perfeição da restauração projetada com um software de CAD 3D e gerada por uma impressora 3D, há outro fator por trás do crescimento deste segmento de mercado: o custo do trabalho de laboratório está se tornando cada vez mais expressivo no valor total de um tratamento dentário.

Diante desta realidade, alguns laboratórios estão adotando processos odontológicos digitais como um diferencial de negócios. Hoje, as clínicas odontológicas podem ter acesso à impressão 3D, seja dentro de seus ambientes, seja através de centros de produção e serviços. Isto traz benefícios valiosos para empresas: acesso a materiais novos, com excelente nível de acabamento, pré-fabricados e controlados industrialmente; garantia de alta qualidade e reprodutibilidade; data storage comensurável com uma cadeia padronizada de produção; maior precisão de planejamento e, finalmente, maior eficiência em todo o processo.

Podemos encontrar no Brasil e no mundo empresas que trouxeram a odontologia digital para o centro de seus negócios e descobriram que, além de reduzir preços, podem também reduzir prazos de entrega e manter padrões de alta qualidade. Há algumas características comuns às empresas que se destacam neste mercado. Trata-se de companhias que saem na frente no uso de tecnologia de ponta para produzir peças de odontologia diretamente de arquivos digitais, gerados por softwares de CAD/CAM ou exames de diagnóstico por imagem.

Uma alternativa é utilizar scanners intraorais para “ler” a anatomia bucal do paciente e gerar uma imagem em 3D de sua estrutura. Esta etapa, também conhecida por varredura intraoral, gera um modelo 3D virtual da boca que é utilizado pelo profissional da área dental para trabalhar – agora dentro do computador – aquilo que o protético faria artesanalmente.

Outra forma de gerar o modelo digital 3D é partir dos tradicionais moldes para modelos de gesso produzidos por dentistas e ortodontistas em consultórios, com a utilização das moldeiras. Tanto os moldes negativos quanto as peças de gesso podem ser digitalizados por scanners 3D tradicionais, porém os resultados não são tão precisos e rápidos quanto os gerados por scanner intraoral.

Com a tecnologia digital, casos como um tratamento ortodôntico, uma cirurgia buco maxilo facial (cirurgia maior) ou mesmo uma cirurgia pontual de correção ou implante podem ser planejados com maior precisão, reduzindo o tempo de intervenção e ampliando a assertividade do processo.

A partir do trabalho digital em 3D, a impressão 3D em alta resolução passa a ser um passo natural. Os sistemas de impressão 3D podem ser instalados nos consultórios e nos laboratórios, ou também podem ser utilizados na estrutura de terceiros, em forma de serviço. O mais importante não é onde a impressora está, mas seus benefícios. Uma vez que se pode ter em mãos o modelo utilizado para o planejamento cirúrgico, uma guia de precisão para implantes ou os moldes perfeitos para gerar alinhadores, todos ganham: o dentista em produtividade, rentabilidade e resultado; o paciente em redução de tempo cirúrgico, maior conforto e maior qualidade.

No Brasil, iremos encontrar cada vez mais empresas do setor odontológico usando a tecnologia de forma criativa e com grande impacto sobre seus negócios. Na Europa, por exemplo, já existem empresas que criaram sistemas de workflow (fluxo de trabalho) que incluem todas as etapas do tratamento, da entrada do paciente na clínica ao momento em que ele sai com seu tratamento encaminhado. Esse tipo de solução mapeia todas as etapas do trabalho e define que cada ação será feita com suporte de um software específico para o setor odontológico. Naturalmente, algumas etapas deste workflow incluem a geração da imagem em CAD 3D e a produção na impressora 3D. O objetivo é sempre o mesmo: gerar modelos que permitam que próteses, cirurgias ou restaurações sejam planejadas e levadas a termo sob medida para aquele paciente, além de reduzir de forma dramática o tempo e o custo do tratamento dentário.

Com as informações de Panorama Brasil

Comente usando o Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>